Campanhas da Feigenhain

Centro de Apoio ao Aluno - Terra Indígena Wajãpi

A educação escolar na Terra Indígena Wajãpi, no Amapá, é oferecida na modalidade modular. Com isso, a presença dos alunos em sala de aula está limitada a quatro módulos de uma semana por ano letivo. O contato dos alunos com a escola limita-se, portanto, aos períodos em que ocorrem estes módulos de ensino. Durante o resto do ano, os alunos estão sozinhos em seu processo de aprendizagem. O aspecto positivo do ensino modular é que a modalidade pouco interfere no calendário tradicional que rege as atividades de plantio, colheita, caça e pesca. Porém, os alunos passam longos períodos sem poder contar com alguém para auxiliá-los nos estudos. Os jovens Wajãpi, bem como os alunos das comunidades rurais adjacentes, devem se virar por conta própria e enfrentam grandes dificuldades no aprendizado. Por exemplo, fazer a lição de casa é um verdadeiro desafio. Este problema é ainda mais evidente nas fases de exames finais ou de redação de TCCs, em parte devido às grandes distâncias entre a localidade onde se encontra o aluno e a residência do professor orientador.
Graças à construção de um centro de apoio ao aluno, esperamos poder reduzir essa distância acompanhando esses alunos durante as revisões e nos vários trabalhos e deveres de casa, proporcionando-lhes também noções de informática. O centro de apoio servirá também como um espaço de intercâmbio de boas práticas entre estudantes indígenas e não indígenas no campo da agricultura familiar sustentável. A motivação para este projeto é puramente filantrópica, sem qualquer vínculo político ou religioso. O centro será aberto a todos os alunos das comunidades vizinhas, independentemente de sua etnia ou crença.
Para a realização deste projeto, um dos membros fundadores da ONG Feigenhain, com longa experiência de ensino em escolas Wajãpi na Guiana Francesa e no Brasil, identificou um terreno de três hectares no arraial do Tucano (1.098 N, 52.403W), que é uma comunidade rural adjacente à Terra Indígena Wajãpi. A escolha estratégica desta localização permitirá que o centro de apoio seja facilmente acessível aos alunos não só da Terra Indígena Wajãpi, mas também de todas as comunidades do entorno. O ônibus que faz a linha Macapá-Tucano facilita o acesso dos professores voluntários ao centro de apoio.
A estrutura a ser construída será muito simples: o centro terá uma sala de aula, uma pequena biblioteca, um computador com acesso à Internet via satélite, uma cozinha, um banheiro e uma pequena acomodação para estudantes, visitantes e professores voluntários. Também será necessário cavar um poço.
O custo estimado com a construção do centro de atendimento e aquisição do equipamento é de cerca de 60 mil reais. Os colaboradores deste projeto que tenham algo a ensinar aos alunos poderão hospedar-se no Centro de Apoio, dedicar um pouco do seu tempo aos alunos e aproveitar para conhecer a região.
Ajude-nos a tornar este projeto uma realidade. 

Ajude a Feigenhain!

Ajude a financiar nossos projetos com sua contribuição.
Faça uma contribuição, ou programe uma contribuição recorrente. Escolha a opção correspondente.

Ajude o Manoel

Manoel mora na periferia de Macapá, no Estado do Amapá, uma das regiões mais pobres do Brasil. Dele depende toda sua família. Com saúde debilitada, há mais de dois anos ele está impossibilitado de trabalhar com seu braço direito que foi gravemente ferido por um cão. Manoel sonha em voltar a trabalhar e assim poder ajudar sua família, mas não tem recursos para a cirurgia, cujo preço gira em torno de 3000 Reais. Nossa campanha continuará até atingirmos a soma suficiente para pagar a cirurgia dele. Você pode nos ajudar a tornar esse sonho realidade. Ao contribuir para essa campanha específica, a totalidade de sua doação será destinada à cirurgia de Manoel. Nenhuma soma será destinada a cobrir despesas ou custos operacionais da Associação. Estes são pagos com recursos próprios dos membros fundadores e através de doações gerais.

0 %
já financiada

Eletricidade para um alojamenta da associação indígena APIWATA

A Feigenhain apoia a Associação dos Povos Indígenas Wajãpi Triângulo do Amapari (APIWATA), uma das três associações criadas pelo povo indígena Wajãpi do Amapá, Brasil. Hoje, a APIWATA atua principalmente no apoio logístico à saúde e à educação escolar indígena. O apoio da Feigenhain à APIWATA é através do pagamento das contas de energia elétrica do alojamento dos Wajãpi na cidade de Macapá, que é utilizado pelos indígenas por razões de tratamento de saúde ou para cumprir obrigações administrativas.  O custo anual do consumo de energia desse alojamento é em torno de 1000 reais (aproximadamente 220 Euros). Você pode contribuir com qualquer quantia para apoiar essa iniciativa.

Campanhas da Feigenhain já concluídas com successo

Tratamento dentário de jovem indígena no Brasil

A Feigenhain articulou a angariação dos recursos necessários para o tratamento dentário completo de um jovem indígena da etnia Wajãpi no Brasil. Ao contribuir para uma campanha específica, a totalidade de sua doação será destinada àquela campanha. Nenhuma soma será destinada a cobrir despesas ou custos operacionais da Associação. Estes são pagos com  recursos próprios dos membros fundadores e através de doações gerais.